Marketing pessoal na prática: o que é, qual a relevância e como fazer?

Com um mercado tão competitivo como o de hoje em dia, apenas promover a sua empresa ou sua marca não é o suficiente, também está no manual do empreendedor a necessidade de  cuidar da sua imagem e investir em marketing pessoal.

Afinal, o que é marketing pessoal?

O marketing pessoal é um tipo de marketing que se preocupa com a promoção da imagem individual, a partir de ações que vão destacar características e conquistas profissionais e particulares de um indivíduo. O objetivo é ganhar autoridade, ao tornar o seu nome mais conhecido no ramo de atuação.

Se o marketing busca vender um produto, o marketing pessoal faz algo similar, mas de maneira diferente. 

A ideia não é, necessariamente, vender, mas sim promover suas qualidades, de modo a valorizar a sua personalidade, triunfos e resultados, e torná-lo referência dentro de um setor. Para isso, usa, especialmente, o marketing de relacionamento

Para que serve o marketing pessoal?

Agora que ficou claro o que é, precisamos destacar que as práticas de marketing pessoal podem – e devem – ser usadas independente da profissão e ramo de atuação. 

Isso porque ele apresenta benefícios importantes para todos os profissionais e é sobre isso que vamos falar, a seguir. 

Chamar a atenção para o seu trabalho

Quando você investe no marketing pessoal, você chama a atenção de profissionais, parceiros e clientes para o seu trabalho. Em diversas empresas muitas pessoas trabalham bem, mas nem todos se destacam, certo?

Logo, o marketing pessoal vai te ajudar a entender o momento certo de se posicionar e fazer a abordagem correta. Além de outras coisas, ele vai fazer com que os holofotes se voltem para você, te dando uma chance de brilhar e se valorizar.

Tudo isso de maneira natural, sem que você se torne alguém inconveniente, o típico profissional que “se acha”. Lembre-se que o objetivo é fazer com que as pessoas queiram te ouvir e busquem por sua opinião, não o contrário.

Exaltar a sua competência no que faz

Quando você consegue trazer a atenção para você e é capaz de se destacar, passa a ter um reconhecimento que dificilmente teria com um trabalho mais discreto ou “silencioso”

Não se trata de forçar a barra ou enganar as pessoas, ao contrário, no marketing pessoal você deve apenas realçar o que você faz e o que realmente é capaz.

Conquistar a confiança e a preferência de clientes e empresas

Como consequência do marketing pessoal, os clientes e as empresas passam a prestar mais atenção em você e reconhecer seus feitos.

Se você for um vendedor, por exemplo, pode atrair mais clientes uma vez que transmite confiança e gera bons resultados, 

Perceba que para que o marketing pessoal funcione, você precisa ser um bom profissional, de fato.

Se você for funcionário de uma empresa, pode passar a chamar a atenção da gerência e ser considerado para cargos mais altos, mais rapidamente. Além de ser cobiçado por outras empresas que podem ouvir falar de você. 

Como fazer marketing pessoal? Passo a passo

Entender os conceitos de marketing pessoal e aplicá-los são dois pontos completamente diferentes, certo? Por isso, separamos um passo a passo bem minucioso para que saiba com o que se preocupar e em que ordem de prioridade.

1. Conheça seus pontos fortes

Um dos grandes erros de quem não consegue crescer dentro de uma empresa ou atrair a atenção de clientes é não a falta de conhecimento sobre si.

Por isso, procure analisar seus colegas e coloque seu trabalho em perspectiva para tentar achar algo que você tem que eles não tem. 

Características como liderança, boa comunicação, foco em resultado, são exemplos de diferenciais importantes em um profissional. 

Talvez, nessa etapa, você sinta que precisa se desenvolver mais. Tudo bem, o crescimento faz parte do processo.

2. Seja constante e tenha uma identidade nas redes sociais

A sua rede social é uma vitrine para mostrar o tipo de profissional que você é. 

Utilize esses canais com cautela e adote uma linguagem que seja compatível com a imagem que você quer passar.

Se você é descontraído não tente ser sério, porque não vai passar credibilidade, o mesmo vale para a situação inversa. 

Publique coisas além do trabalho para “humanizar” o seu perfil e gerar empatia e acima de tudo tenha um frequência de postagem e mantenha-a.

3. Crie conteúdos relevantes para sua área e para seus clientes

O conteúdo que você produz nas redes sociais, tem um blog ou criar um canal do Youtube, além de bom e bem feito, o material precisa ser relevante para quem você quer chamar a atenção

Entenda quais são as dores, dúvidas e necessidades comuns no mercado em que você atua. Produza conteúdos bons, com informações relevantes, que mostram que você tem domínio sobre o assunto e pode resolver os problemas levantados. 

4. Aposte em uma comunicação clara, direta e assertiva

Além de falar com propriedade técnica, outro ponto que chama a atenção das pessoas é a forma como você se comunica

Mostrar o que sabe é importante, mas ter um poder síntese é essencial.

Seja claro e assertivo, principalmente no sentido de identificar qual tipo de assunto pode ser melhor trabalhado em cada canal de comunicação, além de ter a capacidade de simplificá-lo e adaptá-lo de uma mídia para a outra.

5. Faça networking  

Por fim, outro ponto que fortalece muito seu marketing pessoal é fazer networking. Isso vale para gestores e líderes, bem como para profissionais que trabalham no mesmo nível que você ou até abaixo. 

Seja útil para todos eles, contribua com o trabalho deles e se coloque à disposição sempre. 

Não esconda conhecimento, ao contrário, ensine quem está do seu lado. Esse tipo de comportamento é super valorizado dentro das empresas e vai destacar o seu nome dentro dela.

Além disso, sempre que possível participe de congressos, feiras e eventos que reúnam várias referências da sua área para aprender e conhecer essas pessoas. 

E aí, entendeu o que é e como fazer marketing pessoal? Esperamos te ajudar. Lembre-se sempre de se manter atualizado sobre as novidades do mercado e do mundo. Isso será vital para seu crescimento. 
Este artigo foi escrito pelo portal Negócios em Mente você encontra muito conteúdo sobre empreendedorismo, além de ferramentas e cursos que vão te ajudar a alavancar seu negócio e melhorar seus resultados. Conheça nosso site e aproveite nossos descontos

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

5 × 5 =