Profissões do futuro: Especialista em promoção da Saúde

Profissional é capaz de elaborar e propor ações concretas que conduzam às mudanças na saúde individual e coletiva, cuja base seja um estilo de vida saudável

Nos últimos anos, devido às mudanças na rotina, principalmente ao uso da tecnologia, os brasileiros passaram a cuidar menos da saúde, tanto mental quanto física e da alimentação. Dados do Covitel — Inquérito Telefônico de Fatores de Risco para Doenças Crônicas Não Transmissíveis em Tempos de Pandemia —revelam que os brasileiros têm percepção negativa sobre a própria saúde.

Segundo o estudo, entre o período pré-pandemia e o 1º trimestre de 2022, foi registrado um aumento de 91,8% na percepção negativa dos brasileiros sobre a própria saúde. Piora na alimentação, menor prática desportiva e aumento de casos de depressão são alguns dos fatores.

Para Fábio Alfieri, doutor em Ciências Médicas pela USP e coordenador do curso de Mestrado em Promoção da Saúde do UNASP, manter a saúde em dia é um desafio, principalmente num cenário de crescimento das chamadas doenças do estilo de vida. “Hoje em dia o tema saúde é muito importante. O ser humano busca a saúde em seu amplo aspecto, ou seja, bem-estar físico, mental, social e também espiritual”, explica.

Camila Aguiar de Santana, enfermeira e mestranda em Promoção da Saúde no UNASP, conta que faz um mestrado na área porque tem afinidade com o tema e quer ajudar futuramente a comunidade onde mora. “Escolhi por ser um curso interdisciplinar, com foco no estilo de vida saudável, e tenho interesse pelo tema. Com certeza poderei ativar mudanças e amplitude de visão, assim como parcerias, capazes de influenciar na melhoria da saúde e bem-estar da minha comunidade”, afirma.

Fábio Alfieri, doutor em Ciências Médicas pela USP e coordenador do curso de Mestrado em Promoção da Saúde do UNASP. Foto: Divulgação

Mestrado Profissional
O UNASP oferta o curso de Mestrado Profissional em Promoção da Saúde e abrirá nova oportunidade de ingresso no final deste ano. Aprovado pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – responsável por incentivar, regrar e dispor sobre os cursos de pós-graduação stricto sensu (Mestrado e Doutorado) em 2012, iniciou suas atividades em 2013.

“O nosso programa é interdisciplinar e formará um profissional capaz de elaborar e propor ações concretas que conduzam às mudanças na saúde individual e coletiva, cuja base seja um estilo de vida saudável. O curso é uma excelente oportunidade para quem deseja causar impacto na saúde e bem-estar de indivíduos, grupos e comunidades por meio de conhecimentos, habilidades e competências para avaliar e desenvolver programas, estratégias, políticas e pesquisas na área da promoção da saúde”, destaca Alfieri.

O curso possui duas linhas de pesquisa: Qualidade e estilo de vida na promoção da Saúde e Socioambiental: determinantes sociais da saúde. O tempo para obtenção da titulação é de 24 meses. Mais informações podem ser obtidas na página (clique aqui) do UNASP.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.