Como tratar a erosão dentária

Cada dia mais as pessoas estão preocupadas em cuidar de sua saúde bucal, porém, é muito comum ver ainda pessoas que sofrem com erosão dentária, e não sabem como realizar o tratamento da melhor maneira possível.

Dessa maneira, é relevante conhecer um pouco mais sobre esse problema que é mais comum do que se aparenta.

Antes de qualquer coisa, é sempre bom relembrar que a saúde bucal e o cuidado com uma prótese dentaria são de suma importância, pois além de ter um melhor cuidado com a higienização dos dentes, você ainda consegue ter um aspecto estético muito mais agradável, evitando também diversas doenças que afetam pessoas diariamente.

Pensando assim, é sempre bom entender os principais problemas que afetam a cavidade bucal, sendo a erosão dentária um deles.

Entendendo do que se trata, é possível também conhecer algumas formas de prevenir essa doença, ou de realizar o tratamento caso seja necessário, pois pode até mesmo precisar de um clareamento dental, por exemplo.

O que é erosão dentária?

O problema conhecido como erosão dentária é quando ocorre um forte desgaste no esmalte dentário, que é uma camada que fica na parte superficial do dente, protegendo a dentina, responsável pela sensibilidade nos dentes, ocorrendo por causa do contato constante com alguma substância que seja ácida, podendo necessitar de um clareamento dentário.

Para isso acontecer, o dente deve ficar exposto por uma quantidade considerável de tempo, pois o esmalte dentário é composto, basicamente, por minerais, então é uma parte muito resistente.

Além disso, o esmalte dentário também é responsável por dar a cor ao dente, por isso não pode ser muito exposto, já que pode deixar a dentição vulnerável.

Da mesma forma que em outros problemas dentários, é fundamental entender quais são os principais motivos que levam o dente a sofrer a erosão, já que podem ser várias, mas as principais costumam ser:

  • Bulimia;
  • Refluxo;
  • Anorexia;
  • Doenças renais crônicas.

Embora esses sejam os principais motivos, vale citar que se não houver cuidado com o implante dentário antes e depois, os dentes podem ficar mais sensíveis do que o comum, então ficam mais propensos a doenças e problemas como a erosão, então nesses casos a atenção com a higienização e com o cuidado devem ser redobrados.

Além do mais, a alimentação também é muito relevante para saber se pode ocorrer a erosão dentária ou não, pois pessoas que consomem alimentos que são muito ácidos, como é caso do limão, por exemplo, tendem a ter erosão mais facilmente, pois esse ácido presente na comida pode, a longo prazo, danificar e desgastar o dente.

Caso seja uma pessoa que tem um desses problemas citados acima, isso não quer dizer que necessariamente ocorrerá a erosão dentária, mas é pertinente se atentar a alguns sinais que podem indicar essa condição, onde o principal costuma ser uma alta sensibilidade a alimentos com temperaturas muito baixas ou muito elevadas.

Como realizar o tratamento?

Agora que ficou mais fácil de entender do que se trata a erosão dentária, bem como os principais motivos para ela acontecer, é relevante entender quais são os melhores tipos de tratamento para pessoas que estão passando por esse problema, já que pode até mesmo necessitar saber sobre aparelho de porcelana preço.

  1. Restaurações dentárias

A restauração ocorre mediante a análise do dentista, pois depende muito do grau de desgaste que seu dente está passando.

O dente costuma ser reconstruído com diversas resinas disponíveis no mercado, mas o tipo de material que será usado também depende da necessidade do paciente.

  1. Coroas dentária

A reabilitação com as coroas dentárias costumam ocorrer de maneira rápida, já que o procedimento consiste em substituir a parte do dente que foi danificada, uilizando próteses finas de porcelana para que o dente fique com seu aspecto original, de forma natural, sem que atrapalhe sua funcionalidade.

  1. Melhora na alimentação

Como foi dito anteriormente, um dos principais motivos para os dentes ficarem danificando através de uma grande quantidade de ácido, é justamente da alimentação, pois o consumo desses alimentos costuma-se ocorrer diariamente, já que até mesmo o café, por exemplo, pode fazer com que haja a erosão dentária.

Dessa maneira, juntamente a uma melhora na higienização bucal, pois isso fortalece o esmalte dentário, a pessoa deve realizar uma dieta mais saudável e menos abundante em ácido, como frutas cítricas.
Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

3 + 18 =